quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Mar reVolto

Confissões de uma madrugada, em meio à reVolta de um mar de sentimentos...



Como eu queria poder anunciar:
"Estou aí, agora
 e vim dizer que meu mundo era melhor com você,
 ainda que eu tenha tentado negar."

Não fuja, meu amor!
o Mundo é vasto
a melodia ainda toca nossos corações
a poesia ainda ameniza nossas desilusões

Não me condene, meu amor!
Eu disse que não voltaria
e voltei
O mar não regurgitaria
as flores que lhe mandei
e não lembraria
da minha carta que ainda há de chegar

Não esconda, meu amor!
Sua alma me acalma
e me agita de desejo
de sua pele tocar
seu beijo sentir
pensamentos compartilhar
e ideias abstrair

Fique!
Ainda que eu vá embora,
do hoje, do agora

Me entrelace em seus braços,
ainda que eu cogite nunca mais voltar
e ameace, só, lhe deixar

A voz das ondas do mar falarão por mim....



Nenhum comentário:

Postar um comentário